Qual é o papel da administradora de condomínios?

Por Marcia do Val

A principal função de uma administradora de condomínios é gerir as áreas administrativas, de recursos humanos, contábil, financeira e jurídica do condomínio, disponibilizando todo o suporte para que o síndico, conselho fiscal, conselho consultivo e condôminos tomem as decisões necessárias para o bom funcionamento do condomínio.

Dentro da parte administrativa está incluso desde o gerenciamento de arquivos, passando por atendimento pessoal, telefônico e através de seus canais online (portal, redes sociais, site, aplicativo) aos condôminos, suporte para realização das assembleias presenciais e agora em tempos de Pandemia disponibilizar o sistema para realização de assembleias virtuais, gestão dos equipamentos de segurança e das documentações obrigatórias e suas obrigações legais, administração das áreas comuns através de um sistema eficiente e de fácil entendimento do usuário final, ou seja, o condômino, gerenciamento dos contratos de conservação e manutenção, controle de consumo de água, luz, etc., assessorias nas áreas de engenharia, arquitetura, paisagismo e decoração, controle e cobrança dos alugueis pelo uso das áreas comuns e diligências junto às concessionárias públicas, quando necessário, entre outros.

A administradora também é responsável pela gestão de recursos humanos, desde a seleção, avaliação cadastral, admissão, treinamentos, escriturações obrigatórias, elaboração e recolhimento dos tributos legais, aquisição e controle dos uniformes, gestão dos benefícios, controle de horas extras e formalização de advertências disciplinares.

Atividades pertinentes à gestão financeira como elaboração e acompanhamento das previsões orçamentárias, elaboração do quadro de rateio das despesas, emissão de boletos, controle e cobrança dos pagamentos da cotas condominiais, controle e pagamento de fornecedores, gestão tributária e de documentos relativos às prestações de contas e elaboração de balancetes anuais, também estão entre as atribuições da administradora.


Dentro da área jurídica as administradoras são responsáveis pela atualização permanente da legislação que envolve a administração de condomínios, consultoria tributária, fiscal e trabalhista, emissão de notificações extrajudiciais e judiciais, assessoria na elaboração e alteração da convenção e regimento interno do condomínio e de contratos, ações e acompanhamentos da cobrança judicial de devedores, ações civis, trabalhistas e em juizados especiais, sendo que, algumas das atividades descritas nessa área podem ter custos cobrados em separado.

A Administradora sabe que, para você, “não há lugar melhor no mundo do que a sua casa”, sendo assim, para isso, trabalha para além dos serviços descritos acima, inovar e prover soluções para que o seu condomínio funcione da melhor maneira possível e os condôminos estejam assessorados nas mais diversas situações do cotidiano.

Agora que você já sabe qual é o papel da administradora, a importância dos serviços prestados por essa empresa tão importante dentro do mercado condominial, você síndico, que faz cumprir as normas internas e toma as decisões necessárias para o bom funcionamento do condomínio, pode ficar tranquilo para gerir o seu condomínio com qualidade, transparência e efetividade. 

Márcia do Val é administradora de empresas, Diretora financeira da ABRASCOND – Associação Brasileira de Síndicos Profissionais de Condomínios e CEO da Re9 Administradora de Condomínios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *